Caixa Cultural Brasília


Inaugurada em 1980, apresenta exposições nacionais, estrangeiras e o próprio acervo artístico da Caixa. No mezanino, a mostra do acervo histórico da instituição inclui bilhetes de loteria, cofrinhos, cadernetas de poupança de escravos, balanças utilizadas no penhor e máquinas de escrever e calcular. A Caixa oferece cinco galerias, um teatro e um café cultural. Depois de um tour pelas exposições, os escolares participam de oficinas do projeto Gente Arteira, elaborando suas próprias obras. É uma ótima iniciação às artes plásticas! 

Setor Bancário Sul – Anexo da matriz da CEF – quadra 4 – lotes 3 e 4

Como chegar lá:

Telefone: 61-3206-9448/49 – 3206-6456 (bilheteria)

Visitação: terça a domingo e feriados, 9h às 21h. Bilheteria: terça a sexta e domingo, 13h às 21h. Sábados, 9h às 21h.

Gratuito. Os eventos oferecidos no Teatro têm preços populares.

Acessibilidade para pessoas com deficiência locomotora.

Acesso: ônibus que atendem o SBS; metrô Galeria.

Entorno: não perca o Átrio dos Vitrais e o Jardim de Esculturas. Bem em frente, encontra-se o Museu de Valores do Banco Central.

Mais informações: www.caixacultural.com.br



Fundação Athos Bulcão


Instituição privada, sem fins lucrativos, preserva, pesquisa e comunica o acervo legado por Athos Bulcão, desenvolvendo projetos e ações com fins educacionais e de entretenimento, valorizando a arte brasileira. Possui obras e estudos do artista, exibidos na galeria em mostras temporárias, além de documentários e entrevistas. Na loja, o visitante pode adquirir múltiplos de arte inspirados nas cores e formas das obras de Athos, além de publicações, gravuras e molduras com os famosos azulejos.
CLS 404 Bloco D Loja 1

Como chegar lá:

Telefone: (61) 3322-7801

Visitação: segunda a sexta-feira, 9h às 19h, sábado, 10h às 17h

Gratuito.

Acesso: linhas de ônibus que atendem a L2 Sul; metrô estação 102 ou 108.

Mais informações: www.fundathos.org.br




Museu Banco do Brasil


Instalado no CCBB e inaugurado em 2016, o museu narra a história da instituição exibindo cédulas, moedas, mobiliário, pinturas, gravuras e esculturas de artistas como Portinari, Di Cavalcanti, Djanira, Tomie Ohtake e Maria Bonomi. O CCBB, projetado por Oscar Niemeyer, abriga também galerias de arte, teatro, pavilhão de vidro, livraria e bistrô. Nos jardins, O Casulo, de Darlan Rosa e Améfrica, de Denise Milan garantem o deleite de adultos e crianças. Dá vontade de passar o dia lá!
Setor de Clubes Esportivos Sul – trecho 2 – lote 22

Como chegar lá:

Telefone: 61-3108-7600

Visitação: terça a domingo, 9h às 21h (CCBB); 13h às 19h (museu); 13h às 21h (bilheteria).

Gratuito para exposições e palestras; preços populares para teatro e cinema.

Acessibilidade para pessoas com deficiência locomotora.

Acesso: Linha de ônibus 103, que sai da Rodoviária.

Mais informações:
http://culturabancodobrasil.com.br/portal/distrito-federal



Museu de Artes e Tradições do Nordeste



Inaugurado em 1991, exibe acervo eclético que inclui fósseis de peixes do Cariri, traje típico de vaqueiro (com selas e laço), cerâmica popular, cestaria, coleções de ferros de engomar a carvão, lamparinas, máquinas de costura e funis de lata. As rendas de bilro não poderiam faltar. Muito menos as famosas garrafas com areia colorida. Destaque para a vitrine em homenagem ao padre Cícero Romão. A biblioteca, com literatura de cordel, e a pinacoteca, com telas de pintores como Chico da Silva, complementam a visita.
Setor de Grandes Áreas Norte – Casa do Ceará – quadra 910 - conjunto F

Como chegar lá:

Telefone: 61-3533-3800

Visitação: segunda a quinta, 8h às 12h; 14h às 16h30 (sexta-feira, até 15h30).

Gratuito.

Acessibilidade para pessoas com deficiência locomotora.

Acesso: linhas de ônibus que atendem a W3 Norte.

Mais informações: www.casadoceara.org.br



Museu Nacional do Conjunto Cultural da República



Projetado por Oscar Niemeyer e inaugurado em 2006, dispõe de generoso espaço para exposições, além de dois auditórios e um anexo. Abriga o acervo do Museu de Arte de Brasília, divulgado por meio de mostras temporárias. Em suas instalações são promovidas exposições itinerantes de arte contemporânea e temas de interesse coletivo, além de palestras, seminários e filmes. A área externa, com três espelhos d’água, é com frequência utilizada para esportes, shows musicais e outras manifestações populares.

Setor Cultural Sul – lote 2 – próximo à Rodoviária do Plano Piloto

Como chegar lá:

Telefones: 61 - 3325-5220 / 3325-6410

Visitação: terça a domingo, 9h às 18h30.

Gratuito.

Acessibilidade para pessoas com deficiência locomotora.
Acesso: linhas de ônibus que atendem a Rodoviária; metrô Galeria.

Mais informações:
http://www.cultura.df.gov.br/nossa-cultura/museus/museu-nacional.html